Cafelândia Destaques

Ex -prefeito Luis Otávio reafirma apoio político a Cafelândia

 

Ex-prefeito Luis Otávio vem trabalhando nos bastidores para auxiliar a atual gestão e beneficiar a população cafelandense

O ex-prefeito de Cafelândia, Luis Otávio, em entrevista à Folha de Cafelândia, reiterou seu apoio político à atual administração, tendo como foco principal o bem-estar da comunidade.

Ele afirmou que, independentemente do partido ou do grupo ter vencido ou não as eleições municipais, as pessoas de bem e que gostam de Cafelândia devem deixar de lado as diferenças e trabalhar em benefício da cidade. “Nasci e fui criado em Cafelândia, meus pais e minha família moram aqui. Tenho bastante amor pela cidade e me sinto bastante à vontade em tentar contribuir com o município”, frisa. “E tenho feito isso nos últimos anos, independentemente de quem seja o prefeito”.

Com relação à atual administração, disse que o prefeito Luis Zampieri tem sido bastante receptivo em todos os momentos em que procurou ajudar. “São obras importantes que vão beneficiar a cidade e a população”, salienta Luis Otávio.

 

Obras

Ele lembrou que nos últimos dias teve início uma obra muito importante, a construção de 119 unidades habitacionais do CDHU na Vila Belém, em um investimento de R$ 12 milhões. “Essa obra teve a nossa intervenção para que se concretizasse”.

Ele disse que está trabalhando para conseguir para o município uma verba do governo federal de R$ 1,7 milhão para a troca de um emissário de esgoto para que todo o esgoto da zona urbana seja coletado e chegue até a nova estação de tratamento que será construída, a qual foi assinada em sua administração. “O dinheiro está reservado para esta construção”, informa. “Ou seja, vamos tornar a nossa cidade com o esgoto 100% tratado”, acrescenta. “Fico feliz em poder contribuir e, quem sabe, ver essa obra pronta em breve, beneficiando o meio ambiente e as futuras gerações”.

O ex-prefeito também ajudou a Santa Casa a obter recursos para seu custeio. “Sabemos o quanto é importante e o quanto é difícil gerir as Santas Casas nos dias atuais”.

Citou outros projetos preparados em seu governo: Posto de Saúde do distrito de Bacuriti; recapeamento da Avenida da Saudade, sentido Vila Belém; novos pontos de ônibus, “que deixaram a cidade mais organizada e mais bonita”.

Luis Otávio afirmou que o seu papel é ajudar. “Faço isso sem nenhum interesse na administração”, diz. “Estou aqui para ajudar e, sempre que o prefeito precisar de alguma colaboração, estou à disposição. Faço isso com muito prazer e tenho feito em mais de 40 município de toda a região. Então, não esquecerei nunca o nosso município”.

Por falar em ajuda, ela enalteceu todo o apoio de Rodrigo Garcia, “um parceiro antigo na minha trajetória política”, e Geninho Zuliane, “que agora é candidato a deputado federal e iniciou um trabalho muito importante de regularização fundiária dos imóveis do distrito de Simões; daremos escritura a todos os moradores de lá por meio o Programa Cidade Legal”.

 

Parceiros

A Folha de Cafelândia vem realizando um trabalho para mostrar os parlamentares que já ajudaram o município.

O ex-prefeito validou essa iniciativa e acredita que a população deve votar nas pessoas que ajudam a cidade, que trazem recursos, benefícios e obras. “É muito ruim quando um deputado vem aqui no nosso município, recebe o voto e não faz nada para a cidade. Quem perde com isso é a própria população”.

Ele afirmou que é importante para o futuro da cidade que os deputados que ajudam Cafelândia tenham uma boa votação como forma de reconhecimento pelo trabalho que fizeram e para que se sintam motivados a ajudar novamente no futuro.

O ex-prefeito lembrou que os municípios em geral nos últimos anos vêm passando por uma grave crise econômica em face da crise que o país vem vivendo. “A arrecadação caiu em todos os municípios. E quando a população está em dificuldade, precisa mais ainda da prefeitura. Então, aumentam gastos na Saúde e em todas as áreas mais importantes. Nesse sentido, a ajuda dos parlamentares é fundamental, porque o dinheiro do município é suficiente para o básico, folha de pagamento, despesas essenciais na Saúde e Educação, limpeza pública. As cidades

Você pode gostar